Se o seu empreendimento está passando por uma auditoria contábil, isso pode ser um sinal de crescimento.

No entanto, esse processo pode se tornar um obstáculo se não for adequadamente planejado e se os pontos críticos não forem identificados antes desse marco.

A auditoria contábil avalia a situação financeira e administrativa da empresa, utilizando dados concretos e declarações para identificar e corrigir falhas e alterações, evitando assim problemas fiscais decorrentes de documentação insuficiente ou incorreta. As auditorias podem ser internas, para avaliação do próprio setor, ou externas, quando solicitadas por um parceiro ou investidor.

Para que uma auditoria seja bem-sucedida, é necessário seguir certas normas. Sabendo da importância da preparação para a auditoria, selecionamos alguns tópicos para ajudar na preparação adequada da sua empresa. Continue lendo para saber mais!

Reúna todos os dados da sua empresa

Independentemente do tipo de auditoria, o primeiro passo é acompanhar as contas da empresa, incluindo dados financeiros, bancários, de vendas, entre outros. Isso significa entender todas as transações financeiras que possam levantar suspeitas de desvio de fundos ou inadimplência aos financiadores e proprietários do negócio.

Com a coleta de dados, é mais fácil entender os processos e destinos de lucros e investimentos. Além disso, com uma base de dados sólida, é possível fazer projeções estruturadas sobre o perfil da empresa e seus objetivos.

Mantenha seus documentos fiscais atualizados

O que define uma boa empresa são as métricas corretas, tanto em qualidade quanto em quantidade. Manter a documentação que comprova a regularidade da sua empresa promove a eficiência operacional e aumenta a responsabilidade e controle do seu negócio, de acordo com as normas pré-estabelecidas do país. Os documentos que devem ser revisados antes de uma auditoria contábil incluem:

  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), para analisar possíveis fraudes ou divergências financeiras;
  • Encargos trabalhistas;
  • Organização de pagamentos fiscais e documentações obrigatórias;
  • Regularização do CNPJ;
  • Controle financeiro e regulatório, entre outros.

Após a verificação dos documentos, organize-os de acordo com as datas, emissões e/ou registros. Isso pode ser feito por meio de um software que minimiza possíveis riscos de erro humano e otimiza o tempo de gestão. O importante é ter esses documentos para que a verificação dessas informações empresariais seja feita com precisão, sem prejudicar a auditoria.

Defina estratégias para melhorar as políticas internas e os resultados

As normas tributárias e as metodologias de mercado estão sempre mudando. Portanto, definir novas estratégias pode melhorar a qualidade do seu negócio e reduzir custos e tempo indesejados. Essas novas estratégias envolvem a otimização dos pontos fortes e fracos do sistema empresarial antes das fases de teste que ocorrerão durante a auditoria, passando para a fase de observação da execução correta dos procedimentos locais e dos clientes.

Dessa forma, os fatos podem ser justificados com dados previamente obtidos e corretos, garantindo que as observações e demonstrações atendam ao que é exigido pelas normas. Isso resulta em transparência, qualidade dos resultados, soluções e operações normais dentro dos relatórios contábeis.

Para garantir uma auditoria contábil eficiente, é necessário contar com uma consultoria de qualidade que forneça estratégias para que a sua empresa obtenha os melhores resultados fiscais. A M Loução Assessoria Contábil atua em diversas áreas da contabilidade para o desenvolvimento do seu negócio.

Saiba mais sobre os serviços da M Loução Assessoria Contábil, clicando aqui.